best drag and drop website builder

ALGUNS DADOS DO EMPREENDIMENTO 

Empreendimento misto hoteleiro/residence, considerado padrão alto luxo, localizado na Cidade de

Capitólio, a 250km de Belo Horizonte e 220km do centro mais rico de São Paulo.


Construído em uma área de 8.150,05 m² o E.suites Escarpas do Lago será composto 148 suítes

com metragem de 24 m² a 68 m² e 05 cinco lojas, área de lazer completa (piscina, sauna, bar

molhado, restaurante, centro de convenções).


Projeto edificado de forma estruturado, obras iniciadas e com 29,24% já executado.


O empreendimento está focado em dois segmentos, em caso de vendas, o primeiro o cliente

que deseja uma moradia de veraneio, e ao adquirir unidade no empreendimento irá usar ou

emprestar a amigos, pagando um valor mensal de condomínio. O outro segmento, é investidor

que deseja ter renda em empreendimento hoteleiro. O empreendimento, dentro de diversas

pesquisas internas da Escala, Vert Hotéis e empresas de mercado contratadas. A tendencia,

segundo os estudos, é que 50% das vendas sejam estruturas em cada tipologia.


A região recebe hoje, cerca de 2(dois) milhões turistas por ano, mas em virtude de uma

acanhada rede hoteleira e condições do desenvolvimento e divulgação, este numero

representa nem mesmo 40% da capacidade da Cidade e região.


Ao planejar um Empreendimento Hoteleiro dentro do condomínio de Escarpas, o objetivo é

fomentar e potencializar o turismo local. Somente o empreendimento, sem contar a

capacidade do centro de convenções.


O número de visitas ano, terá inicio em 12mil pessoas, chegando a um crescimento de 5%

ao ano. O numero, leva em consideração somente acomodados, sem considerar as visitas ao

Centro de conveção, que terá capacidade de absorver 400 pessoas por evento, e servirá para

abrigar eventos, tais como festas, convenções, lançamento de produtos etc.


O empreendimento Escarpas do Lago ocorreu em 1979, porém, a sua história que coincide

com grandes mudanças do Município de Capitólio, teve início nos anos 50, quando o

Engenheiro José Mendes Junior, comprou uma fazenda às margens do Rio Grande.

Foi nessa época – década de 50/60 - que o Engenheiro levou a idéia de construir a

hidrelétrica de Furnas ao Ministro de Minas e Energia, Sr. Lucas Lopes, no governo de

Juscelino Kubitscheck.


Na década de 70, Marcos Mendes – filho do José Mendes - tomou conhecimento de projetos

para desenvolvimento Turístico do Lago de Furnas, o qual apontava a região de Capitólio

como um enorme potencial turístico pelas suas belezas naturais como cachoeiras, cascatas e

cannyons.


O projeto básico do Balneário estava pronto em 1978, chamado de Complexo Integrado de

Residência Campestre Lazer e Recreação, era um loteamento de casas de campo às margens

do lago de Furnas.


Em 1980 a empresa Azevedo Mendes Empreendimentos passou a ser Mendes Júnior

Empreendimentos, dando inicio às obras. Os serviços iniciais consistiram na construção de

barragens de contenção de nascentes, lagos artificiais, estações de piscicultura, além de toda

a urbanização do Bairro Escarpas do Lago, contando com cerca de 250 pessoas trabalhando

no projeto.

Hoje, o balneário conta com algo em torno de 700 casas de alto padrão, restaurantes, bares,

hotel e uma marina, apontada como a maior marina de água fluvial do mundo. O Esporte

Náutico é uma das principais atrações do lugar. Em seu centro náutico há um registro de

mais de 600 embarcações de pequeno, médio e grande porte, além de diversos Jet Skys,

que ali praticam esportes ou simplesmente saem para passeios no lago, que alcança larguras

imensas, com recantos paradisíacos, vários cannyons, paredões com cerca de 100 metros de

altura e diversas cachoeiras.


Com um VGV total estimado em R$ 41.300.000,00 e VGV liquido de R$ 31.183.000,00.